© 2019 por nelbispo.com by Wix

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Instagram

                                           #MONDISGOOD_Answer

1a. #MONDISGOOD

SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI, TE AGRADEÇO E TE CONVIDO PARA VER ATÉ O FINAL. TERÁ UMA LINDA SURPRESA ! 

Sem mais delongas, vamos ao que mais importa nesse momento; A RESPOSTA:

Poema: "Vou-me Embora Pra Pasárgada"

Autor: Manuel Bandeira

Musicalizado por: Paulo Diniz

Frase destaque: "...E quando Estiver Cansado"

Acompanhe as dicas:

1a. - A principal estava na página do link: "...e, no exato momento que estava ouvindo Paulo Diniz..." => Aqui já digo quem é o cantor! Lembra? "...seu conterrâneo..." - Diniz nasceu em Pesqueira/PE.

2a. - Poema de um escritor pernambucano

3a. - Post com a música tocando invertida : Essa realmente, foi só para sacanear (rsrs), impossível de decifrar, porém a ideia é impedir a ajuda do Shazan!

4a. - Um nasceu no Recife: Bandeira 

5a. - Um conjunto delas: 5.1- O autor da música já musicalizou outros poemas de outros autores, como Drummond  (E Agora, José?), Gregório de Matos (Definição do Amor), Augusto dos Anjos (Versos Íntimos), Jorge de Lima (Essa Nega Fulô): OBS> confesso que, à exceção de "E agora José", os outros, não conhecia (fonte: Wikipédia) . Vi e ouvi no youtube o "Nega Fulô" e adorei, inclusive o sotaque e performance do recitador; recomendo, assim como, os outros também. Tem também "Canção do Exílio" de Gonçalves Dias e deve ter mais, nunca sabemos tudo, ou melhor, não sabemos de nada. 5.2- Para acertar a charada, você não precisa fazer ginástica nem andar de bicicleta, mas tomar um banho de mar, ajuda pra refrescar e depois contar as histórias, igual no tempo de menino: Tratam-se de trechos do poema, colocados de maneira camuflada, para (tentar) impedir a ajuda...do Google (rsr).

Palpites/Comentários:

A primeira a responder, já logo de saída, foi @marli.marques.62, cujo palpite foi "Caminhos Cruzados", uma obra-prima de Newton Mendonça e Tom Jobim. Ela pegou o espírito da coisa, de pronto. Acertar, ou não é apenas um complemento. O objetivo é esse mesmo; mexer com nossa imaginação e nos distrairmos e, claro, nem ver a segunda-feira passar.

Depois, teve Lenine, Roupa Nova "Começo Meio e Fim", Raul Seixas, Alceu Valença (esse o mais votado, com três palpites), sendo que a música "Na Primeira Manhã", obteve dois votos; Beth Carvalho, Ariano Suassuna, Drummond com o poema "E agora, José", Chico da Silva...

Teve também, comentários positivos sobre a segunda-feira, demonstrando que, nem para todo mundo ela é esse bicho papão, ao contrário. Por isso foram criadas as hashtags para os outros dias da semana, inclusive o domingo, o que significa que o seu dia "menos bom", pode ser qualquer um e, não aquele convencionado que tem de ser; não importa qual seja ele, vamos melhorá-lo...

Palpites Corretos:

NENHUM

Como já dito aqui, o palpite certo ou errado, não faz diferença. Vamos de jargão esportivo: "O importante é participar".

Essa resposta, assim, de forma "didática", somente será feita aqui no site, para essa música e primeira charada, apenas como exemplificação do funcionamento da hashtag, e referências a ela que serão certamente utilizadas futuramente, ou em casos que se façam necessárias algumas intervenções, ou esclarecimetos. Todas as demais respostas, poderão ser postadas diretamente em um novo feed, ou no mesmo da charada original, em caso de repost. Ninguém precisa ter um site para isso (rsr).

É importante, além da resposta e eventuais explicações, se possível, mencionar se houve acertadores, ou não, indicando-os, em caso afirmativo (quantas curtidas, respostas certas e erradas e o total, embora isso seja mais complicado, requeredo tempo, cotrole etc. Vamos ver se conseguimos uma outra alterativa).

Observe que, em caso de a charada ser sobre música, poderá haver mais de uma palpite correto, isto é, pode ser que haja mais de uma gravação da mesma música, por outros intérpretes, que também, serão considerados como acerto.

Elis Regina e Milton Nascimento - Caxangá - Postagem: Jordão Qualquer

Ela estava grávida da Maria Rita, nessa época, daí estar cantando sentada! (diz a lenda)

A música acima, ilustrou grande parte das chamadas (e continuará ilustrando) e serve de título pricipal da série #mondisgood.

Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada

Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!

E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d’água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
– Lá sou amigo do rei –
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

(Fonte: Keep Calm-o-Matic website)

I am going away to Pasargada
There I am friend of the king
There I have the woman I want
On the bed that I shall choose
I am going away to Pasargada.

I am going away to Pasargada
Here I am not happy
There life is an adventure
I such a non-mattering way
That Joan the Mad Woman of pain
Queen and pretended insane
Is relative once removed
From the daughter-in-law I never had.

And how I will exercise!
I will pedal my bicycle!
I will ride the wild ass!
I will climb the greased pole!
I will bathe in the sea!
And when I am tired
I will lie on the banks of the river
And call the nymph of the water
To tell me the stories
That Rose used to tell me
When I was a boy
I am going away to Pasargada.

There´s everything in Pasargada
It´s another civilization:
It has s safe and sure way
To prevent knocking the girls up
It has automatic telephone
It has plenty of dope
It has beautiful prostitutes
For one to make love to.

And when I become sadder
So sad that I have no more hope
And when in the night it comes:
The desire to kill myself
— Ah, there I am friend of the king —
Then I have the woman I want
On the bed that I shall choose
I am going away to Pasargada.

(Translated by John Nist)

Pois é...

Ouvindo Paulo Diniz cantando essa coisa linda, que é uma versão feita por ele, do poema de Manuel Bandeira, em plena segunda-feira indo pro trabalho, pensei: Por que a segunda-feira é braba? Ou somos nós que a deixamos assim? Como seria bom se eu estivesse em Pasárgada... Mas, peraí; Pasárgada não existe!

Quem disse que Pasárgada não existe? Pasárgada existe sim, ela é aqui, é lá, é acolá, é onde você estiver, é aonde você for, a qualquer tempo, a qualquer dia, de "segunda a segunda", é para lá que vamos fazer nossa fuga, ao menos em sonho!

Vamos fazer da segunda-feira, ou da terça, da quarta, da quinta... a nossa Pasárgada, onde quer que estejamos, pois lá sou (você é) amigo do rei.

E, por falar em Paulo Diniz, por onde anda você? (lembrando Hermano Thomaz Da Silva/Vinicius De Moraes, só os dois primeiros versos, os demais não cabem, nesse caso (rsr)), autor de maravilhas iguais a essa, como E agora, José?  (já citada), Pingos de Amor, Um chopp pra distrair, O meu amor chorou, Piri Piri, Ponha um arco-iris na sua moringa, Como vou deixar você se eu te amo (uma pérola), a engraçada O chorão, e por último, mas não menos famosa, Quero voltar pra Bahia, que foi feita em homenagem a Caetano Veloso, exilado em Londres. A grande maioria delas, quando não sozinho, teve Odibar como seu parceiro. 

Soube que estava doente e em uma cadeira de rodas, mas mesmo debilitado, no alto dos seus oiteta anos, completados em janeiro p.p., faz shows e terá um documentário preparado por Max Levay. Vamos aguardar. Bem que poderia dar uma "palinha" pra nós, aqui em São Paulo, né?  Rogo-lhe muita saúde!

Desde fev/20