Artes Plásticas

Artes Plásticas, a segunda forma de arte que mais gosto. Quando adolescente, gostava muito de desenhar objetos, animais e quaiquer outras coisas, desde que tivesse um modelo; adorava desenhar letras, colocar sombra, bolava novos tipos etc. Cheguei a fazer cursos na área. Gostava de pintar. Mais tarde, ingressei na EPA - Escola Panamericana de Arte, onde chegue a concluir o curso de Propaganda e Publicidade, mas nunca atuei na área, apenas nas empresas que trabalhei, onde colocava em prática o meu prazer pela coisa, criando logotipos, anúncios etc.

Voltando ao desenho/pintura, lembro-me que cheguei até a parte que resolvi pintar minha mulher. Resolvi pintar e decidi desistir, pois percebi que não tinha o cacoete profissional (ou mesmo amador), para a prática; pelo fato de sua exuberante beleza, fiquei com medo de a afear. Nunca mais me atrevi.

Mas, o gosto verdadeiro, or qualquer coisa, permanece patente e, a qualquer cutucada, qualquer sopro, ele ele se manifesta e põe as manguinhas pra fora..., hoje não mais praticando, mas apreciando. Adoro vagar pelo centro da nossa cidade, quando tenho um tempinho, ou quando vou aqui e alí, à procura de algo específico, nos nossos pontos estratégicos, que tanto conhecemos, apreciando o belo, desde os edifícios e suas construções, até murais, gravuras, fotos e incursões artisticas, de várias formas, apesar de suas constantes alterações de leis e estatutos, que ora proíbe isso ora aquilo;(ou estarem sempre sueitas às satisfações dos egos de seus administradores..

Esta página é dedicada a todos os artistas e amantes de toda forma de arte​ e, em especial à minha amiga Carolyna Barbara Maciel, a Mag Magrela, que conheci e passei a admirar, quando de seu trabalho, denominado "Eu Resisto", mural que faz parte do projeto "Tarsila Inspira", onde cinco prédios foram pintados por seis artistas, inspirados na obra de Tarsila do Amaral. Referida obra foi feita na lateral no edifício ..., situado na Av. Brigadeiro Luis Antonio, 52, em São Paulo.

Desde o início, a curiosidade aguçou quando vi um balancin armado no alto do referido edifício, pois passo cotidianamente no Viaduto Dr. Manuel José Chaves, noa acesso à Av. Vinte e tres de Maio, mais conhecido como "ferradura", onde tinha a visão privilegiada, do trabalho sendo executado. Fui acompanhando dia a dia e logo vi que ia sair coisa boa dalí, o que só aumentava a expectativa; às vezes num calor escaldante, outras com ameaças de (quando não) chuva, pois a época era propícia a essas intempéries; mas lá estavam ela com sua ajudante Cleo e os auxiliares na estrutura do balancin, Gustavo e Adailton.

Próximo ao final, resolvi ir atrás da informações que martelavam minha mente sempre que ali passava. Estive três vezes no local, porém não dava sorte de encontrá-la, até que resolvi deixar um bilhete, com meu número de contato, o que facilitou nossa aproximação. Precisava fazer isso; primeiro por alimentar uma tese que sempre tive, que é de se divulgar o que é bom, o que é belo e que passa despercebido ou então, não é valorizado, no sentido de "reconhecimento", não material, pecuniário, pois sei que na sua grande maioria, os artistas acabam deixando isso como segundo, ou terceiro plano de preocupação: primeiro e sempre à frente está a arte, o trabalho, que é o que os nutre, de verdade. Quer deixar um artista feliz: Elogie o trabalho dele, mas não um simples elogio; um elogio com amor, com júbilo, verdadeiro! Nós os brasileiros, temos a mania de somente divulgar e cobrar o que nos é feito de mal, raramente divulgamos os atos e coisas boas, sejam elas de (outras) pessoas ou do Estado, de um modo geral. Tá na hora de mudarmos isso, com nossa ajuda e um pouco de boa vontade de cada um, podemos fazer nosso Brasil melhor. Falo do Brasil, porque é nosso e tudo que é nosso podemos sim, falar mal e bem também, por que não ? Eu tenho essa mania: critico quando me fazem mal, todavia, elogio sempre que me fazem bem. Segundo, porque assim que a obra chegava ao meio, a curiosidade aumentou, ao observar o gesto principal ali contido, que é as duas mãos justapostas na posição que se encontram na foto a seguir:

(aqui, foto principal/inteira)

Obras como essa, estão espalhadas por nossa cidade, compondo e harmonizando pontos e lugares distintos, ficando lá, silentes, sob sol, chuva, vento, poluição, às vezes até vandalismo. Se incorporam à essa adorável loucura que vivemos e estamos acostumados a viver. São Paulo, não é cidade bucólica nem nunca será. Nós vivemos no seu ritmo, no seu pulsar no seu balanço, no seu tom, sendo tudo isso, ditado por ela.

Mas tudo isso não impede e, ela pede por isso. Pede que a cortejemos e, uma das formas que  podemos e devemos fazer isso, é através da arte, seja ela qual for. Essa arte está ai, e uma graça e é de graça, basta olharmos um pouco à nossa volta e um pouco mais acima de nossas cabeças. Vamos valorizar nossos artistas, desde aqueles malabares que encontramos à toda hora nos "faróis", em cada esquina, com suas facas, com tochas de fogo, com cocos, com cones, com bolas, bolinhas, bolões, até os grandes murais , como o caso aqui; 

Ali nascia a ideia da sedunda #mondisgood, uma charada que acabara de criar, sobre a segunda-feira...

Os anjos me ajudaram e, um dia retornei ao local, a obra já havia sido encerrada, a artista se retirado, mas... deixara seu contato para que eu a procurasse. Que agradável surpresa!

Assim fiz e foi assim que conheci MagMagrela!

fugindo um pouco do objetido principal do site, que é a música. Mas, artes plásticas e todas as outras formas de arte, também são arte, e da mesma forma têm seu espaço...

MURALISMO ou ARTE MURAL.

esse projeto (eu resisto) foi tambem objeto da segunda #mondisgood, como uma forma de demonstrar que não é só musica que pode ser utilizada para tentarmos melhorar a segunda-feira, vale v tudo

determinar (deixar marcado) os locais para as fotos inteira e dos detalhes aqui no texto e depois ´so colocá-las

...o problema é que esse tipo de arte, é pouco (ou quase nada) valorizado, inda mais, quando aparece um prefeito desavisado e, inadvertidamente, as removem; Só vamos tê=-las em nossas memórias, ou através de registros feitos nos diversos tipos de mídias disponiveis hoje...

para a resposta , ainda tem informação da Mag na conversa pelo whats e tambem, ver textos dos POSTS dela no Instagram

Chegamos ao final da 2ª. #MONDISGOOD, com o tema "EU RESISTO", cuja obra faz parte da coletânea "Tarsila Inspira", 

...E a resposta correta é a “B”, 

pois segundo a autora, representa “Um símbolo de força, da energia do feminino. Do cuidado com a terra. Plantio. Colheita. Criação. Geração”;

 Todavia, eu não considero a “C” de todo errada, que aliás, foi a minha mente poluída, que acendeu um dos motivos que me levaram a fazer esse POST/homenagem.

Acertos: 12

(Meio ) Acertos: 7

 

 

Agradeço a @magmagrela por despertar minha veia  amante das artes plásticas, embora ela nunca adormecera, estava apenas latente no meu eu,  mesmo que sem palhetas, pincéis e tintas, mas com o dever de fazer minha parte na divulgação da coisa boa e bela, que existe, espalhada por nossa cidade e, principalmente esses artistas, anônimos ou não, cujo reconhecimento é sempre  o que menos importa. Vamos olhar um pouco mais à nossa volta e um pouco mais acima, também.  Estou fazendo uma página em meu site, exclusivamente dedicada “A TODAS AS FORMAS DE ARTE” e, assim que estiver pronta deixarei o link aqui. Obrigado a todos que participaram. Amanhã tem mais #MONDISGOOD. Façam as suas, qualquer dúvida, é só me perguntarem. Abraços!!!

 

 

@magmagrela #sampa #art #mural #streetart #centro #tarsilainspira @cleo.tamojunto @lucianabranco @tarsiladoamaraloficial @smculturasp @simonesiss (incluir as outras artistas, cujos nomes @ estão no whats da Magrela) - colocar links nos nomes para Instagram

NÃO SEI SE JÁ FALEI ACIMA SOBRE ISSO, É BOM VER SE TEM ALGO QUE FALTOU:

Aqui vai um exemplo de que não é só música, que pode ser utilizada nas #mondisgood. Hoje vamos falar de outra forma de arte: MURALISMO ou ARTE MURAL.

Acompanhei esse projeto desde o início e a curiosidade de saber qual seria o final, me consumiu por alguns dias...rsr.

Enfim, ficou pronto e lógico que não poderia deixar passar em branco: Fui atrás dos autores para esclarecer seu significado e dividir isso com vocês. 

Mas, não vou dar assim, nessa facilidade toda não...

Vocês terão de passar o que passei e, para tornar menos dolorosa a dita curiosidade, criei esse quiz, que é o 2o. da nossa #mondisgood

É uma obra da artista @magmagrela, no projeto "Tarsila Inspira", cujos detalhes divulgarei no meu site, após vcs desvendarem o mistério (link na Bio, em breve)

Incluir no site sobre magrela

 

pois está localizado em um local que passo todos os dias, no caminho pro trabalho. Do ponto conhecido como "ferradura", aqui em S.Paulo, a visão e privilegiada.  

Desde set/19

© 2019 por nelbispo.com by Wix

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Instagram